Home

PostHeaderIcon Apenado é encontrado morto na Penitenciária de Osório

Um apenado de 30 anos foi encontrado morto na madrugada desta quinta-feira (26), na Penitenciária Modulada de Osório. A vítima que havia sido presa por tráfico de drogas estava enforcada em sua cela.

Outros três detentos estavam no local e dizem não ter visto nada.

A polícia investigará as circunstâncias da morte.

Redação Litoralmania

 

 

PostHeaderIcon Golpe do bilhete falso segue fazendo vítimas em Porto Alegre

— O sermão da igreja, no dia anterior, falava em ajudar o próximo. Ao longo da tarde, eu contei todo o evangelho para aquela coitada que parecia precisar de ajuda.

Em lágrimas, uma idosa de 76 anos tentava explicar como caiu num golpe antigo, mas que ainda faz muitas vítimas: o bilhete premiado. Na manhã de segunda-feira, a aposentada foi abordada por duas estelionatárias que, durante cerca de quatro horas, a fizeram percorrer bancos, efetuar saques e fazer um empréstimo pessoal. Em troca, receberia uma parcela de um suposto prêmio da loteria federal. Ao final da tarde, o prejuízo financeiro era de R$ 13 mil, e o emocional, incalculável.

— As marcas vão ficar em mim para sempre. Como eu não percebi antes? — lamenta a idosa.

O golpe começou por volta do meio-dia. Uma mulher abordou a senhora dizendo que era do Interior, analfabeta, e que não sabia andar na Capital. Mostrava um bilhete de loteria e dizia que tinha sido orientada a ir em uma agência da Caixa, pois teria direito a prêmio de R$ 1,5 milhão.

— Outra mulher apareceu. Muito bem vestida, usando joias. Se ofereceu para ajudar, fez uma ligação de celular. Um homem se dizia funcionário da Caixa. Disse que, se a dona do bilhete era analfabeta, eu e a outra mulher deveríamos acompanhá-la. Foi aí que entrei no carro dessa mulher — relata a vítima.

Dentro do carro, continuou a farsa. Se retirasse o prêmio, prometia a mulher, daria R$ 100 mil a cada uma das duas. Para garantir que era uma pessoa de bem, a comparsa fingiu entrar em um banco e voltou com um bolo de falsos dólares. Exigiram que a senhora fizesse o mesmo. Sob pressão, nervosa e atordoada, acabou cedendo:

— Elas falavam sem parar, me tontearam. Me deram água e, assim que tomei, passei mal. Acho que me doparam. Depois de limpar a conta da vítima, as vigaristas a largaram em um posto de gasolina e sumiram.

Principal alvo são mulheres

Só na 2ª DP da Capital, são 16 registros desse golpe nos últimos três meses, garante o delegado César Carrion.

— O perfil das vítimas é invariavelmente o mesmo: mulheres idosas. Na maioria das vezes, a ganância alimenta esse tipo de golpe, mas também se aproveitam da fragilidade do idoso, apelam para o emocional — explica o delegado.

Ele destaca ainda que estes criminosos estão cada vez mais ousados.

— Agora, eles colocam a vítima em um carro e circulam com ela, entram nas agências, ajudam a sacar o dinheiro. Também é comum darem água para a vítima. Ainda não tivemos confirmação, mas é possível que esteja batizada para dopar — afirma.

como os criminosos agem

* A vítima é abordada na rua por uma pessoa malvestida que diz ser do Interior e que precisa ir a um banco. Outra pessoa, bem vestida, chega, como quem quer ajudar.

* A malvestida informa ter um bilhete premiado e que não pode ir ao banco, pois está sem documentos. A bem vestida faz falsa consulta (via celular) e confirma que o bilhete é premiado.

* A malvestida diz que dará parte à vítima e à bem vestida (seu comparsa) se forem ao banco trocá-lo. Mas pede dinheiro como garantia de boa-fé.

* O comparsa, na frente da vítima, entrega à dona do bilhete uma quantia e encoraja a vítima a fazer o mesmo.

* O trio vai à agência da vítima e a orienta a sacar o que tem em conta e a fazer empréstimos rápidos.

* Em seguida, dão um jeito de despistar a vítima e somem com o dinheiro.

Diário Gaúcho

 

PostHeaderIcon Médico é preso em flagrante por violação sexual em Xangri-Lá

Policiais da Delegacia de Polícia de Xangri-Lá prenderam em flagrante um médico de 38 anos, na tarde dessa segunda-feira (23/03), pelo crime de violação sexual mediante fraude.

Segundo o delegado João Henrique Gomes, as vítimas estiveram na Delegacia e relataram terem sido abusadas pelo médico durante a consulta, o que ficou evidenciado pelos relatos e pela documentação apresentada.

O delegado ainda ressaltou que eventuais vítimas do médico podem procurar a Delegacia de Polícia de Xangri-Lá, que serão tomadas todas as providências policiais, mantido o caráter sigiloso e a intimidade das vítimas, para apuração da responsabilidade penal do médico. Diante disso, o médico foi autuado em flagrante e após foi conduzido ao presídio de Osório.

O procedimento foi devidamente homologado e a prisão foi convertida em preventiva pelo Poder Judiciário. O nome do profissional não foi divulgado pelas autoridades.

 

PostHeaderIcon Senador Paulo Paim admite possibilidade de deixar o PT

Leia mais...

 

PostHeaderIcon Entra em vigor lei que pune com prisão a venda de bebida alcoólica à menores

A partir de hoje (18), quem vender, fornecer, servir, ministrar ou entregar bebida alcoólica a jovens ou crianças poderá ser preso por até quatro anos. Dependendo do caso, a pessoa poderá pagar multa entre R$ 3 mil e R$ 10 mil, além da interdição do estabelecimento comercial.

Sancionada pela presidenta Dilma Rousseff e publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (18), a medida que altera o Estatuto da Criança e do Adolescente pode ser estendida também a demais produtos que possam causar dependência física ou psicológica. Entende-se por “jovens ou crianças” menores de 18 anos.

O projeto foi sancionado após ter sido aprovado pela Câmara dos Deputados no dia 24 de fevereiro, sem ter sofrido qualquer alteração em relação ao texto aprovado pelo Senado.

 

<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL

Rádio Online

Enquete
Litoral esta preparado para o Verão?
 
Previsão Tempo